Total de visualizações de página

domingo, 28 de junho de 2015

Como queimar gordura corporal

queimar gordura
Cientistas encontraram o “interruptor” para queimar gordura corporal, ou seja, transforma gordura “ruim” em gordura “boa”. É uma proteína chamada GRB10, que liga e desliga um caminho molecular chamado mTORC1, que por sua vez controla a conversão da gordura branca, aquela que causa a obesidade, em gordura bege, descoberta recentemente no corpo.
A gordura bege ajuda a reduzir o peso das pessoas, queimando as calorias indesejáveis, assim como a já conhecida gordura marrom. A equipe de pesquisadores do Centro de Ciências da Saúde da Escola de Medicina da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, foi quem anunciou a descoberta nessa semana.
Este achado pode levar ao desenvolvimento de novos medicamentos para diabetes e obesidade.

Calor em resposta ao frio

A GRB10 é estimulada pelo estresse causado pelo frio, o que faz com que o corpo passe a queimar energia. “Sabemos que, se quisermos manter o nosso corpo magro, temos que nos livrar de nutrientes extras, o que significa queimar mais energia”, explica o autor sênior do estudo, Feng Liu, Ph.D., professor de farmacologia na Universidade do Texas e diretor do Centro de Pesquisa de Síndrome Metabólica no Segundo Hospital de Xiangya, em Changsha, na China.
“Entender como a transformação dessas células de gordura na chamada gordura bege é controlada é muito importante, porque se nós podemos melhorar o gasto de energia, podemos reduzir a obesidade”, comemora Liu.

Armazenamento indesejável

Os tecidos adiposos, também chamados de gordura, que incluem o tecido adiposo branco e o tecido adiposo marrom, são importantes reguladores do metabolismo. Ter muito tecido adiposo branco e não queimá-lo através de exercícios ou outra forma de gasto de energia é algo que está associado com a obesidade e doenças metabólicas, como a diabetes tipo 2, por exemplo.
“Normalmente, quando comemos algo, nós guardamos isso em nosso corpo em forma de gordura branca”, lembra o coautor Lily Dong, Ph.D. e professor de biologia celular e estrutural.
“Pela comida extra que comemos, é melhor liberar esses tecidos, e não armazená-los. Assim, encontrar uma maneira de transformar a gordura branca em bege e queimar a energia que normalmente nós armazenamos tem elevado potencial terapêutico para o tratamento da obesidade e sua doenças relacionadas. O Dr. Liu identificou o caminho para fazer isso”, aponta.

Não apenas para queimar gordura

Segundo Liu, o caminho mTORC1 também está relacionado ao envelhecimento, doenças cardiovasculares e câncer. Portanto, identificar o regulador desta via – a proteína GRB10 – deve ser muito informativo e útil para a pesquisa de outros campos.
Fonte: hypescience

Nenhum comentário: