Total de visualizações de página

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Deputada do PSD vai para embaixada e instala a polémica

A nomeação de uma deputada para a Embaixada Portuguesa de Berna (Suíça) está a gerar polémica no Parlamento.

Maria Ester Vargas, atual deputada do PSD, foi nomeada para técnica principal na área social na Embaixada de Portugal, em Berna, na Suíça, e o caso está a gerar uma enorme polémica no maior partido da oposição.

Segundo noticia o jornal Público, o deputado socialista Paulo Pisco entregou, na passada terça-feira, diversas perguntas para serem respondidas pelo primeiro-ministro, com o intuito de esclarecer a nomeação.
“Considera o Governo ético nomear, em final de mandato, uma deputada ainda em exercício para desempenhar funções de conselheira social na Embaixada de Portugal em Berna?”, questiona o Partido Socialista.
A social-democrata, relembra Paulo Pisco, irá substituir um conselheiro social retirado no início do mandato do executivo, e a escolha deverá proporcionar a Ester Vargas um regime de comissão de serviço por três anos, que “em termos salariais, equivale mais ou menos, à de um diplomata”.
“Por que razão passou o Governo um mandato inteiro sem nomear conselheiro social para Berna, e o faz agora nestas circunstâncias particulares?”, pergunta o deputado parlamentar, acrescentando ainda que “não se conhece à nomeada qualquer experiência no domínio diplomático ou consular ou no âmbito dos serviços sociais”.
Em resposta ao jornal Público, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas afirma que “todas as nomeações de qualquer especialista é política, mas não é por motivos partidários”.
José Cesário mostra ainda que “a necessidade de ocupar aquele lugar é evidente”, já que “a embaixada de Berna só tem o embaixador”. Mais ainda, justifica que a nomeada fala alemão, francês e inglês e “tem trabalho feito em organizações sociais”.
Fonte: NM

Nenhum comentário: