Total de visualizações de página

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Europa deve "evitar mensagens dramáticas" sobre o referendo

Referendo não será decisivo quanto ao futuro da Grécia defende o presidente do Conselho Europeu.

Donald Tusk defendeu hoje que a União Europeia deve evitar as “mensagens dramáticas” relativas a uma possível vitoria do “não” no referendo grego, este domingo.

O presidente do Conselho Europeu afirma que caso isso aconteça "não serão fechadas as portas às negociações com Atena,  nem lhe serão fechadas as portas da Europa", embora admita que isso irá “reduzir a margem de manobra das negociações”, reporta o Le Figaro.
”O nosso principal objetivo é o de preservar a união da zona euro e é claro que o referendo não ditará a manutenção ou não [da Grécia] na zona euro”, disse, referindo que o principal objetivo será “reconstruir a confiança com a Grécia”.
Fonte: NM

Nenhum comentário: