Total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Costa disse que não pediria a mão ao PSD, mas terá de fazê-lo em breve

O primeiro-ministro disse após a nomeação do novo Governo que não “pediu a mão ao PSD”. A verdade é que terá de fazê-lo.



O PS precisa de 31 deputados da Direita para fazer uma série de nomeações apenas possíveis com uma maioria de dois terços no Parlamento (teoricamente, 153 dos 230 deputados eleitos).

Segundo o Jornal de Notícias, a ser nomeados estão os cargos de Provedor de Justiça, o presidente do Conselho Económico e Social, os membros da Entidade Reguladora da Comunicação Social, dez dos 13 juízes do Tribunal Constitucional e sete vogais do Conselho Superior de Magistratura.
Como os deputados dos partidos da Esquerda parlamentar são apenas 122, para alcançar esta maioria de dois terços, os socialistas precisam de pelo menos 31 deputados da Direita.
António Costa terá ainda de nomear os presidentes para a Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM), do Tribunal de Contas e da Caixa Geral de Depósitos (CGD), mas estas escolhas dependem apenas decisão pessoal.
Fonte: NM

Nenhum comentário: