Total de visualizações de página

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

"Estranho é o Chelsea não estar qualificado. Queremos fazer história"

Técnico do FC Porto falou em termos como "coletivo" e diz que será preciso fazer um grande jogo para vencer a turma de José Mourinho.



Julen Lopetegui fez esta terça-feira a antevisão do encontro entre Chelsea e FC Porto atirando a pressão para o lado dos ingleses e realçando a vontade portista de vencer

“O estranho é que o Chelsea ainda não esteja qualificado e que nós tenhamos a possibilidade de jogar perante este estádio magnífico a possibilidade de ser primeiro do grupo. Estas são as contas que faço. O Chelsea é favorito do grupo e neste momento estamos empatados com dez pontos e sabemos que temos de vencer aqui”, afirmou em conferência de imprensa.
O técnico portista não se fia nos maus resultados dos ‘blues’ na Premier League e diz mesmo que estes são uma das quatro/cinco melhores equipas do mundo.
“Não estou à espera de facilidades nesse aspeto. Eles são uma grandíssima equipa, orientada por um dos melhores treinadores da história, com grandíssimos jogadores em todas as posições. É uma das quatro/cinco melhores equipas do mundo e acredito que a Champions é uma competição completamente diferente”.
Lopetegui realçou elogiou o trabalho dos seus pupilos e lembrou que o contexto coletivo é essencial para garantir a vitória.
“Todos os jogadores são importantes, estamos encantados com a contribuição de todos, são jogadores muito jovens e estamos contentes. O que interessa é a prestação da equipa e o que temos de tentar amanhã é a sã intenção de ser protagonistas, de fazer um magnífico jogo, porque é a única maneira de vencer o Chelsea. O contexto individual está fora do contexto”.
“Estamos focados em fazer história. O FC Porto nunca venceu em Inglaterra e teremos uma oportunidade magnífica amanhã, perante uma equipa fortíssima e num cenário inigualável. Para isso, teremos de fazer um grande jogo. Não há outra maneira. É o que vamos tentar de fazer. Temos intenção de jogar bom futebol, fazer um bom jogo e vencer a partida”, atirou depois.
O técnico dos ‘azuis e brancos’ assegura que não estará atento ao resultado do jogo entre Dínamo Kiev e Maccabi Telavive.
“Os jogadores acreditam que é possível, mas vão ser dois jogos completamente diferentes. Por muitos motivos irão ser completamente diferentes. Vamos estar com cem por cento de energia no jogo de amanhã, no que nós termos de fazer. Não temos controlo no outro jogo e vamos estar concentrados em tentar ganhar”.
Fonte: NM

Nenhum comentário: