Total de visualizações de página

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Londres e Sligo sucedem a Lisboa como Capital Europeia do Voluntariado

Londres, na Inglaterra, e Sligo, na Irlanda, são as cidades que sucedem a Lisboa, em 2016 e 2017, como capitais europeias do voluntariado, foi hoje revelado pela Câmara Municipal da capital portuguesa, na véspera do Dia Internacional do Voluntariado.



A decisão foi conhecida num evento que assinalou também o encerramento das atividades de Lisboa como Capital Europeia do Voluntariado 2015.

Além de Londres e de Sligo, foram cidades candidatas a Capital Europeia do Voluntariado 2016 e 2017 Cascais, Edimburgo (Escócia), Lucca, Cagliari, Varese, Viterbo e Roma (Itália), Belfast (Irlanda), Bruges (Bélgica) e Perm (Rússia).
João Afonso, vereador dos Direitos Sociais da Câmara de Lisboa, considerou, em declarações à agência Lusa, que "não há qualquer dúvida para qualquer entidade que tenha participado" que o último ano teve um "saldo positivo" para o voluntariado em Lisboa.
"Além disso, deixamos sementes para um trabalho futuro: reconhecer as qualificações adquiridas, termos um guia para o voluntariado organizado e saber qual o valor do voluntariado", destacou.
Foi possível "fazer tudo aquilo que se fazia com voluntariado de uma forma organizada e estruturada e apoiar outras organizações a fazê-lo da mesma forma", pensar em conjunto "como é que o voluntariado tem o seu lugar reconhecido e valorizado em cada uma das iniciativas que existem na cidade".
O vereador salientou que esta "mão-de-obra generosa", as pessoas que "têm disponibilidade para trabalhar em prol dos outros", são um complemento ao trabalho obrigatório, sem substituir "aquilo que é obrigação de cada entidade ou organização".
Segundo dados da autarquia, foram 108 as organizações que participaram na iniciativa Lisboa Capital Europeia do Voluntariado, o que se refletiu em 262 atividades diversas.
O número de voluntários inscritos no Banco de Voluntariado para a Cidade de Lisboa cresceu nos últimos anos.
Era de mil voluntários no final de 2011 e de 2.382 no final de 2014, mas, "entre janeiro e outubro de 2015 verificaram-se 1.124 registos representando um aumento de cerca de 47% do número total de inscrições".
Em relação às entidades promotoras de voluntariado, existiam 212 entidades inscritas até outubro de 2015, mas 42 delas inscreveram-se este ano, representando um aumento de cerca de 25% de novas entidades relativamente ao total.
No sábado é o Dia Internacional do Voluntariado, proclamado em 1985 pelas Nações Unidas para incentivar e valorizar o serviço voluntário em todo o mundo.
Fonte: NM

Nenhum comentário: