Total de visualizações de página

domingo, 6 de dezembro de 2015

Vampiros da Europa e seus túmulos

vampiros da europa
Enquanto escavavam uma área próxima à cidade de Gliwice (Polônia), arqueólogos encontraram quatro esqueletos que, a princípio, pertenciam a supostos “vampiros” – decapitados e enterrados com o crânio entre as pernas, em uma tentativa feita por aldeões para garantir que não se levantariam para sugar o sangue dos vivos.

Fotos de vampiros

article-0-1AD2CC1D000005DC-682_634x397
pol
Em tempos de superstição e isolamento de povoados na Idade Média, lendas sobre vampiros ganhavam força e, com elas, surgiam possíveis “soluções” para que os mortos “continuassem mortos” (como decapitar o cadáver). Ainda não se sabe exatamente se esse foi o caso dos quatro esqueletos encontrados recentemente na Polônia, mas o fato de terem sido enterrados sem pertences (como joias, fivelas ou cintos) indica que havia algo de “diferente” neles. Acredita-se que tenham vivido no século 16 (contudo, ainda não foram feitas análises, que darão uma data mais precisa).
article-0-139A8B84000005DC-46_634x470
Em 2012, foram encontrados dois corpos de supostos “vampiros” perto de um monastério na cidade de Sozopol (Bulgária), enterrados com varas de ferro atravessando seu tórax. “Eles ilustram uma prática que era comum em algumas vilas búlgaras até a primeira década do século 20”, conta o chefe do Museu Nacional da Bulgária, Bozidhar Dimitrov. Nos últimos anos, foram encontrados mais de 100 corpos de “vampiros” no país
Fonte: hypescience

Nenhum comentário: