Total de visualizações de página

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

10 armas não letais muito loucas que já estão em atividade

Ao longo dos últimos cem anos, os seres humanos como um todo tornam-se gradualmente muito menos severos e violentos na maneira como lidam com os problemas – ou, pelo menos, agora são mais punidos por estas atitudes. Então, quando você considera que a necessidade é a mãe da invenção, não é surpreendente que também tenhamos criado métodos muito mais suaves de subjugar as pessoas. Ainda que possam doer e machucar, os aparelhos a seguir param qualquer um em seu caminho, sem matar:

10. Arma 100

Comumente usada para a defesa da casa e por policiais, a Arma 100 é um simples, mas eficaz lançador de projétil. Legal em todo os Estados Unidos, é um ótimo substituto para uma arma doméstica mais comum ou espingarda.
Pouco mais de uma pistola de ar portátil, a arma usa cartuchos de gás de um único tiro para propulsão e é superfácil de usar. Desde que o usuário possa mirar pelo menos um pouco, ela pode ser utilizada de forma eficaz até 6 metros de distância. Quando um dos projéteis atinge um alvo em um ponto vulnerável, tais como o estômago ou a cabeça, ele é incapacitado por um tempo. Embora a Arma 100 seja simples, no mínimo, um tiro ou dois deve facilmente assustar até mesmo o mais valente dos criminosos.

9. JPX Jet Protector

Semelhante a uma arma de choque pessoal, a protetora de jato é outro meio não letal de parar um adversário. Ao invés de eletrocutar alguém, as armas protetoras de jato disparam spray de pimenta no atacante, o deixando rapidamente indefeso.
Em formato de pistola, a JPX Jet Protector tem um design de cano duplo, que permite disparar simultaneamente duas doses do químico irritante a surpreendentes 430 quilômetros por hora. Nada mal, considerando que ela lança um líquido, não uma bala. Outro recurso interessante da JPX Jet Protector é o seu alcance: chegando muito mais longe do que um taser de mão ou arma de choque, ela pode ser utilizada de forma eficaz em até 6,5 metros, desde que o usuário tenha algum tipo de treinamento. De forma geral, ainda que custe algumas centenas de dólares a mais do que as alternativas, a JPX Jet Protector é uma arma não letal de confiança.

8. Canetas táticas

As únicas armas brancas nesta lista, as canetas táticas são simples, projetadas para serem usadas contra um atacante que esteja próximo. Baseado em bastões de autodefesa, tais como o chaveiro Kubotan, elas são geralmente equipadas com um metal pontiagudo ou ponta de plástico, juntamente com um lado sem corte na outra extremidade. Ah, além disso, são canetas totalmente funcionais.
Ainda que possam não parecer muito perigosas, são certamente capazes de infligir uma grande quantidade de dor com apenas alguns golpes. Na verdade, desde que você atinja com força suficiente um nervo ou um pedaço de tecido macio, é possível até mesmo causar paralisia temporária. Se isso não for suficiente, um golpe firme e bem colocado consegue quebrar os ossos, especialmente se atingir a pele nua. E aí, já está pensando em jogar a sua BIC fora e providenciar uma destas?

7. Arma de espuma pegajosa

armas nao letais 7
Enquanto esta arma de espuma pegajosa não é tecnicamente uma arma letal, ela só foi usada algumas vezes devido a suas tendências não tão seguras. Originalmente concebido em meados dos anos 90, até hoje só foi utilizada na intervenção dos Estados Unidos na Somália (não obstante, com uma infinidade de problemas).
O conceito fundamental da arma de espuma pegajosa era bastante simples. Uma mochila-tanque cheia de espuma química altamente pressurizada é conectada a um bocal com o qual o operador poderia mirar, fazendo com que a espuma líquida atingisse o seu alvo. Uma vez que entra em contato com qualquer coisa sólida, afixa-se e endurece muito rapidamente, aprisionando o alvo.
Infelizmente para o alvo, porém, a espuma química poderia facilmente fazer mais do que apenas imobilizá-lo. Na verdade, se atingisse o rosto, o alvo poderia facilmente sufocar. Não é exatamente o resultado que você quer de uma arma não letal. Outro problema com a espuma pegajosa era que, embora fosse ótima para grudar nas coisas, era absolutamente horrível se soltar delas. Na melhor das hipóteses, pode demorar várias horas para descontaminar completamente uma vítima. Apesar de ter sido uma ideia interessante e promissora, a arma de espuma pegajosa tinha problemas demais. No fim das contas, ela provavelmente estava destinada a desaparecer no esquecimento como apenas uma das muitas armas que falharam.

6. XM1063

armas nao letais 6

Codinome para um projeto ainda em segredo a ser desenvolvido pelo Exército dos EUA, o XM1063 é um projétil de artilharia não letal destinado a suprimir pessoal inimigo. Embora muitos detalhes sejam confidenciais, algumas coisas foram confirmadas.
De acordo com as fichas técnicas militares, o XM1063 assumirá a forma de um comum projétil de artilharia e vai ser disparado de um típico obus de 155mm (um tipo de boca de fogo de artilharia). Ao ser acionada, a cápsula libera 152 pacotes menores. Conforme os pacotes caem, emitem um spray de um composto químico não identificado sobre o chão abaixo.
Embora os militares ainda não tenham confirmado exatamente o que será esta carga, há algumas possibilidades. O mais provável é um agente de controle de multidões, como gás lacrimogêneo, algum composto de cheiro ruim ou um novo produto químico inédito. Quaisquer que sejam os detalhes específicos, o XM1063 está destinado a ser uma força interessante no campo de batalha.

5. PHaSR

armas nao letais 5
Única arma relacionada à luz nesta lista, o PHaSR é uma arma a laser não letal projetada para uso militar e policial. No formato de um rifle comum, embora com um visual mais futurista, o PHaSR é um sistema completamente autossuficiente que dispara dois comprimentos de onda não letais do laser nos olhos do alvo. Desde o tiro seja certeiro, os olhos do adversário ficam temporariamente cegos.
Como lasers podem causar danos permanentes, os desenvolvedores do PHaSR estão incorporando algumas características de segurança. Uma delas é um telêmetro a laser seguro para os olhos, equipamento que mede distâncias em tempo real. Em projetos anteriores envolvendo lasers ofuscantes, os alvos eram muitas vezes submetidos a lasers extremamente ineficazes ou poderosos. Isto se dava devido às diferentes distâncias entre a arma e o alvo. Com o telêmetro, no entanto, a arma vai ser capaz de calcular a energia máxima para um laser seguro.

4. TOMA


Há uma boa chance de que quem acompanhou a agitação civil na Turquia já esteja familiarizado com esta arma em especial, mesmo que não saiba seu nome. O turco TOMA, ou “Toplumsal Olaylara Mudahale Araci”, é um veículo blindado equipado com um canhão de água de alta potência. Ainda que dispersar pessoas com água não seja uma ideia nova, esta máquina traz o conceito a um nível totalmente novo.
O enorme TOMA de 5 toneladas pode conter até 10 mil litros de água, disparada numa variedade de diferentes impulsos, controlada por um operador no interior do veículo. Ela pode facilmente derrubar e rasgar as roupas de qualquer um em seu caminho (como o vídeo acima demonstra).
Ao contrário dos riscos para os seus oponentes, o TOMA toma muito cuidado para proteger seus operadores. Por exemplo, se os manifestantes chegarem muito perto, o veículo pode pulverizar gás lacrimogêneo em torno de si. Isso para facilmente qualquer um que esteja protestando perto demais. O veículo também vem com seu próprio sistema de pressurização da cabine para manter todo o gás lacrimogêneo do lado de fora. Com o seu comportamento desmedido, o TOMA é um dos veículos antimotim mais malvados de todos os tempos.

3. Granadas Stingball

O único dispositivo explosivo nesta lista, granadas stingball – que projetam esferas de borracha não letais – têm sido amplamente utilizadas em prisões e controle de multidões. Embora elas possam soar muito perigosas, a sua concepção tem várias características-chave para limitar sua letalidade.
O aspecto mais importante de uma granada stingball é que, ao contrário de granadas regulares, estas são feitas quase inteiramente de borracha. Isso garante que os estilhaços e as mais de 100 balas de borracha que ela carrega não possam causar qualquer dano permanente. No entanto, o impacto da borracha ainda é muito doloroso e pode provocar escoriações terríveis.
Se isso não é ruim o suficiente, a maioria das granadas stingball também detonam com um flash de cerca de 6 milhões de candelas – unidade usada para medir intensidade de luz – e um estrondo de 180 decibéis. Para colocar isso em perspectiva, uma luz estroboscópica de alarme de incêndio só emite cerca de 75 candelas, e 180 decibéis marcam o início da morte do tecido auditivo. Em suma, enquanto granadas stingball não são letais, você não deve brincar com elas.

2. Taser Shockwave


Simplificando, o “Shockwave” é um nome fantasia para uma série de cartuchos de taser – armas de eletrochoque – que foram ligados entre si. Cada unidade é constituída por seis cartuchos, cada um dos quais dispara duas sondas em ângulos diferentes. Se 12 tiros simultâneos não é suficiente, as unidades podem ser empilhadas em conjunto para formar uma parede de tasers incapacitante. Normalmente, as unidades são implantadas de qualquer forma que usuário queira. Shockwaves podem ser montados à frente de veículos militares, por exemplo.
Com a rara capacidade de desativar alvos em massa, acredita-se que o Shockwave possa ser aplicado a diversas situações. As principais seriam evitar que homens-bomba entrem em zonas restritas e incapacitar lados inteiros de uma multidão. Não importa o seu uso, o Shockwave é uma maneira infalível de manter as pessoas afastadas.

1. O Thunder Generator

Thunder Generator / Armytec
O “Thunder Generator” (“Gerador de Trovão”, em tradução livre) foi originalmente desenvolvido por agricultores israelenses para afugentar as aves que se alimentam de suas plantações. Contudo, ele se desenvolveu até se tornar uma arma viável contra humanos.
Em boas condições, o Thunder Generator pode lançar uma série de ondas de choque supercurtas até 100 metros de distância. Em geral, essas ondas de choque só servem para derrubar e atordoar indivíduos. Todavia, a uma distância de aproximadamente 10 metros, as ondas podem resultar em danos permanentes ou morte.
Para gerar as ondas de choque de 2.000 metros por segundo, uma mistura altamente combustível de petróleo, ar e gás de cozinha é detonada. Com as ondas de energia resultantes passando pelo cano, sua força cresce exponencialmente. Em conjunto, isto produz uma série rápida de ondas, cada uma das quais tem a duração de apenas cerca de 300 milissegundos. Com estas características, não é difícil ver por que o Thunder Generator é o ápice de armas não letais.
Fonte: hypescience

Nenhum comentário: