Total de visualizações de página

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

4 estruturas misteriosas dos menores arquitetos do mundo

Por mais que o ser humano seja um ótimo arquiteto, ele não é o único ser vivo que constrói estruturas incríveis no nosso planeta. Pássaros, abelhas e formigas são alguns dos animais famosos por construírem habitações geniais, mas também há outros Oscar Niemeyer da natureza que não são tão conhecidos:

4. Cabana de gravetos

arquitetos menores 1-
A lagarta Psychidae constrói sua própria casinha com gavetos. Quando ela é pequena, usa gravetos pequenos, mas conforme vai crescendo adiciona pedaços de galhos maiores. O resultado é tão perfeito que parece uma cabana de madeira em miniatura. O que fascina é a sua habilidade de escolher gravetos com o tamanho perfeito.

Algumas de suas “cabanas” são em formato de pirâmide, enquanto outras têm um formato diferente, com os gravetos paralelos, criando um cilindro que tem apenas uma das bases conectada com uma folha ou galho.

3. Barraca de folhas

arquitetos menores 2
Nem todas as Psychidae curtem uma cabana de gravetos. Algumas preferem acampar em barraquinhas feitas de folhas secas. Com a ajuda de camadas de seda, a lagarta organiza as folhas em formato de pirâmide ou Torre Eiffel.

2. Gaiola de pelos

arquitetos menores 3
A pupa da mariposa Cyana sp. usa uma gaiola de pelos na sua etapa de desenvolvimento entre larva e adulto. Quando ainda é uma lagarta, a Cyana tem pelos longos e flexíveis, que depois são tecidos para formar a gaiola. Como cada pelo não é longo o suficiente para dar a volta toda na gaiola, a lagarta une as pontas de diferentes pelos, de forma perfeita.
O animal então se suspende no meio da gaiola com sua seda. Seus pelos são resistentes o suficiente para segurar o seu peso e proteger a pupa de predadores.

1. Casulo de folha

Phonognatha graeffei é uma aranha australiana encontrada tanto em florestas como em regiões urbanas. Ela usa folhas secas para construir um esconderijo bem no centro de sua teia, fechada no topo e com uma abertura embaixo. Quando uma presa passa perto da folha, ela ataca. Quanto têm filhotes, as fêmeas constroem uma casa semelhante para eles, que funciona como berçário. O que destaca esse aracnídeo é a habilidade de usar outros materiais além das folhas quando os têm disponíveis, como papel descartado por humanos.
Fonte: hypescience

Nenhum comentário: