Total de visualizações de página

sábado, 30 de janeiro de 2016

Autópsia confirma que pai que atirou filha pela janela não a violou

As autoridades espanholas revelaram os primeiros resultados da autópsia.

O resultado da autópsia feita à pequena Alicia, que foi atirada da janela pelo próprio pai e acabou por morrer, revela que não houve qualquer agressão sexual com penetração, mas não é clara em relação à existência de outro tipo de abuso, deixando em aberto algumas dúvidas.
O caso ocorreu em Vitória, no País Basco, e, segundo as informações citadas pelo El Mundo, a menina morreu devido a uma hemorragia cerebral, um dia e meio depois da queda.
Josu Izaguirre, responsável citado pelo periódico espanhol, explicou que esta é uma informação preliminar que apenas ficará completa com análises toxicológicas, para que a investigação avance.
Segundo informações avançadas no dia da detenção pela imprensa espanhola, o pai da criança teria assumido a intenção de abusar sexualmente da filha de 17 meses.
Fonte: NM


Nenhum comentário: