Total de visualizações de página

sábado, 23 de janeiro de 2016

Mulher fê-lo escolher entre ela ou o filho. Depois arrependeu-se

Após o ultimato, o homem viajou do Reino Unido para a Nova Zelândia.

Há um ano atrás Ruzan deu à luz o seu primeiro filho: Leo. A criança nasceu com Síndrome de Down e a mulher infeliz fez um ultimato ao marido: ou escolhia ficar com ela e abandonavam a criança ou ela pedia o divórcio.
O homem não hesitou e a sua decisão fez páginas de jornais na época, lembra o The Sun.
“Olhei para aquela pequena criatura e disse ‘ele é lindo – é perfeito e vou ficar com ele sem dúvida nenhuma”, disse Samuel Forrest na altura.
Um ano depois, o casal volta a ser notícia, desta vez porque parece que a mãe da criança decidiu voltar atrás com a sua decisão. O homem chega mesmo a afirmar que Ruzan é uma “óptima mãe”.
O homem, que defende que Leo é uma criança feliz como qualquer outra apenas com alguns desafios por enfrentar, conta que a atitude da mulher se deveu ao facto de esta ter poucos conhecimento sobre a doença.
 “É claro que tudo aquilo se deveu a preconceitos culturais e à enorme pressão. Três semanas depois, a Ruzan entrou em contacto comigo através de um amigo e tivemos uma conversa muito franca através do skype. Concordei em encontrar-me com ela e ela segurou no Leo pela primeira vez”, conta o homem, que após o ultimato decidiu regressara à sua terra natal, a Nova Zelândia.

Já a mulher, em declarações à ABC News, diz-se “grata pela família lhe ter dado uma segunda oportunidade”. O pai confessa que esta acabou por se tornar numa "mãe maravilhosa".
Fonte: NM

Nenhum comentário: