Total de visualizações de página

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Marido empurrou esposa de penhasco depois de tirar última foto com ela

Harold declarou-se inocente, mas as autoridades acreditam que tenha sido tudo planeado.

Quando a primeira mulher de Harold Henthorn faleceu vítima de um acidente de viação, a empatia era generalizada. Aliás, não havia nenhum motivo para desconfiar dos factos, apesar de não ter testemunhas uma vez que se tratava de um trágico acidente de carro.
Mas 17 anos passaram e mais uma esposa de Harold faleceu, informa o Mirror. A mulher, Toni Bertolet, caiu de um penhasco. Mais uma vez, não havia testemunhas.
Ambas morreram após 12 anos de casamento com Harold, em acidentes em cenários remotos, apenas com Harold.
As autoridades desconfiam que Harold tenha planeado tudo. A desconfiança surge devido a um mapa que ele tinha na sua viatura, com um ‘X’ a marcar o local onde Toni caiu de um penhasco.
Os dois casaram em 2000, depois de se terem conhecido na internet. Toni era divorciada e via em Harold uma segunda oportunidade para amar e ser amada. O casal residente em Denver, Colorado, Estados Unidos tinha uma filha, Hayley.
Com o pretexto de uma viagem romântica, Harold planeou a viagem até ao Parque Nacional das Montanhas Rochosas. Os dois aproveitaram para escalar, antes de sair do caminho já planeado no terreno.
Estavam a tirar fotografias e a aproveitar a paisagem quando a tragédia aconteceu. Toni caiu de uma altura de 39 metros enquanto tirava uma fotografia.
Quando a mulher foi encontrada pelos serviços de emergência, depois de terem recebido o alerta do marido, Toni apresentava lesões no cérebro e demonstrava uma enorme dificuldade em respirar. Acabou por falecer no local.
Em ambas as mortes, Harold era o beneficiário do seguro de vida.
O homem é agora o principal suspeito pela morte de Toni.
Fonte: NM


Nenhum comentário: