Total de visualizações de página

domingo, 14 de fevereiro de 2016

"Pedi o que nenhuma mãe deseja: a morte do filho!"

Mãe de atirador lança livro sobre ataque cometido em 1999.

A mãe do atirador da Escola Secundária de Columbine, nos Estados Unidos, concedeu uma entrevista onde afirma que educou um assassino sem o saber.
A mulher, que confessa que desejou a morte do filho - Dylan Klebold - quando se percebeu que era ele o autor dos ataques, revela que mais tarde, desejou também para si esse mesmo destino, noticia o New York Daily News.
Sue Klebold revela que tudo aconteceu num dia como todos os outros. O jovem saiu de casa despedindo-se, como fazia todos os dias, para protagonizar aquele que seria um dos massacres mais marcantes da história.
“Eduquei um assassino sem saber”, admitiu a mulher, que nunca quis acreditar que o seu filho, “um rapaz divertido”, fosse um dos autores do crime.
Quando aceitou a verdade, desejou aquilo que nenhuma mãe deseja a um filho.
“Como mãe, foi a minha prece mais difícil… a única coisa pela qual poderia rezar era… pela sua morte”, confessou.
O Massacre de Columbine aconteceu a 20 de abril de 1999. Eric Harris, de 18 anos, e Dylan Klebold, de 17 anos, foram os autores do ataque em que morreram dezenas de estudantes. Acredita-se que agiram por vingança, contra os atos de bulliyng de que foram alvos.
Fonte: NM


Nenhum comentário: