Total de visualizações de página

sábado, 3 de março de 2018

Solidão do bem: Para acalmar suas emoções, passe 15 minutos a sós


Controle das emoções

Esqueça 100 anos de solidão – 15 minutos podem ser suficientes para que você acione seu botão de reinicialização mental e emocional.
Estar sozinho diminui as emoções fortes de uma pessoa – positivas e negativas -, induzindo um estado de calma.
Ao atenuar esses picos e vales emocionais, a solidão pode ser uma ferramenta útil para a autorregulação das emoções – garantido que a pessoa esteja só porque optou ativamente por estar sozinha, e não por alguma eventualidade fora de seu controle.
“A solidão pode ser valiosa e útil às vezes, particularmente quando queremos desligar por uns poucos momentos,” garante a pesquisadora Thuy-vy Nguyen, da Universidade de Rochester (EUA).
A conclusão surpreende porque o tempo a sós tem sido correlacionado com rejeição social, fuga e isolamento, timidez e tristeza pela falta de companhia. Nguyen afirma que essa visão não corresponde à visão total da solidão.
Seus resultados mostram que, no geral, a solidão tem um efeito de atenuação não apenas sobre a ativação das emoções positivas, mas também sobre as emoções negativas mais fortes, deixando as pessoas mais tranquilas, mais relaxadas, menos irritadas e menos ansiosas. E os experimentos com voluntários mostraram que bastam 15 minutos para que esses efeitos surjam.
“A solidão muda a intensidade da nossa experiência interna, tanto positiva quanto negativa. O tempo sozinho acentua emoções mais sutis, enquanto reduz o nível dos sentimentos mais fortes,” disse a pesquisadora.

Benefícios da solidão

Para usufruir desses efeitos benéficos da solidão, Nguyen orienta que a pessoa precisa estar sozinha, sem qualquer interação social e sem aparelhos eletrônicos. O mesmo efeito calmante emerge quando a pessoa fica sozinha e se dedica a uma atividade silenciosa, como a leitura.
A autonomia presente na solidão – poder escolher o que pensar ou escolher ativamente passar o tempo sozinho – não apenas protege contra os efeitos negativos da solidão sobre as emoções, mas também otimiza o efeito benéfico da solidão sobre os níveis de relaxamento e estresse de uma pessoa.
“Quando as pessoas voluntariamente passam o tempo sozinhas, elas colhem os maiores benefícios – algo que, é claro, sempre foi parte da sabedoria e das práticas antigas. Aqui, simplesmente demonstramos as mudanças emocionais que explicam esses benefícios,” resumiu o professor Richard Ryan, orientador do estudo.

Nenhum comentário: